A relação entre Espondilite Anquilosante e isenção do IR

Espondilite Anquilosante e isenção do IR

Você conhece a Espondilite Anquilosante? Sabia que essa doença tem relação com a isenção do Imposto de Renda?

Siga conosco e descubra mais sobre essa doença que muitos nunca ouviram falar!

O que é Espondilite Anquilosante e como ela surge?

Primeiramente, vamos para a definição: o termo “Espondilite” significa inflamação da coluna e “Anquilosante” significa junção de dois ossos em um só. Logo, a Espondilite Anquilosante é um tipo de artrite crônica e autoimune.

Em outras palavras, a doença é causada por uma deficiência no sistema imunológico, ou seja, o corpo ataca as suas próprias células e tecidos saudáveis como se fossem invasores.

Sendo assim, o portador da doença tem inflamações nas articulações da coluna, que se tornam duras e inflexíveis. De igual modo, a inflamação também pode afetar as grandes articulações, como quadris, ombros e outras regiões.

O que causa a Espondilite Anquilosante?

Lamentavelmente, a causa da doença ainda é desconhecida. Apesar disso, a medicina já avançou ao determinar que a Espondilite é mais comum em homens do que em mulheres.

Nesse sentido, a faixa etária mais afetada seria a de mulheres entre 20 e 40 anos, contudo, a doença pode iniciar em qualquer idade.

Um dos primeiros sintomas é o surgimento de dores intensas na coluna, especialmente na região lombar, podendo afetar também as pernas.

Caso haja suspeita de algum sintoma, consulte um médico o mais rápido possível!

Como tratar Espondilite Anquilosante?

Infelizmente, a Espondilite Anquilosante não tem cura. Por isso, é preciso tratar os sintomas o quanto antes, por exemplo, com o uso de remédios. Atualmente, os mais empregados no tratamento atuam bloqueando a inflamação constante provocada pela doença.

No mais, o diagnóstico da doença é feito através de exames de imagem ou em testes de sangue específicos. É importante ressaltar que o diagnóstico precoce é de extrema importância para que a doença não evolua para algo mais grave, como a presença de lesões nos olhos, coração, pulmões, intestinos e pele.

Qual é a relação entre a doença e isenção do Imposto de Renda?

Agora, como já explicamos mais sobre a doença e suas formas de tratamento, então, chegou a hora de descobrir o que isso tem a ver com a isenção do IR.

A Espondilite Anquilosante é uma das doenças que permitem a isenção do Imposto de Renda, presentes na Lei n.º 7.713/1988. Dessa forma, aposentados, pensionistas e reformados portadores da doença possuem direito à isenção do Imposto de Renda!

Quer saber como conseguir a sua isenção? Entre em contato conosco ou inicie seu pedido de isenção pelo site. Auxiliamos aposentados, pensionistas e reformados com doença grave a obter a isenção do Imposto de Renda. Venha nos conhecer! 🙂